terça-feira, 22 de julho de 2014

Tuc Tuc - 1 / Charretes - 0



O executivo municipal de Tomar aprovou, com a abstenção dos vereadores do PSD, caducar as licenças de exploração de circuitos turísticos em trens com cavalos, que tinham sido lançados no Verão passado.
As licenças só terminam em Agosto mas a autarquia, liderada pelo PS, já decidiu que não vai proceder à renovação das referidas licenças com base numa informação técnica.
O assunto mereceu o reparo do vereador João Tenreiro (PSD) que referiu que a proposta da técnica assentava na “cassação” das licenças por violação das regras do regulamento, pelo que não entende por que é que na ordem de trabalhos constava uma proposta de caducidade.
A presidente da autarquia, Anabela Freitas (PS), esclareceu que o processo foi iniciado como “cassação” e que não foi possível alterar esta terminologia mas que a proposta em cima da mesa era no sentido de caducar as licenças quando estas atingirem o seu fim e não retirar as mesmas.
Já o vereador Pedro Marques, dos “Independentes por Tomar”, considerou que, apesar da decisão de existir passeios de charrete “ser mais política que outra coisa”, o assunto devia voltar à reunião de câmara se os promotores pretendessem renovar as licenças.
A decisão de caducar as mesmas deveria ser, nessa altura, fundamentada com o facto do serviço não ser prestado.
Os dois circuitos turísticos de trens a cavalo foram aprovados em Agosto de 2013, a poucos meses das eleições autárquicas, pelo executivo liderado por Carlos Carrão (PSD) e candidato derrotado pela actual presidente.
Apesar de terem sido anunciados horários e circuitos, poucas vezes se viram pela cidade as charretes a passear turistas.

Via : O Mirante

Sem comentários:

Publicar um comentário

Seja frontal mas, por favor, seja correcto!